37

A não ser esperar só lhes restava desesperar.

2 Comments:

Blogger Vítor said...

Aqui a longevidade das palavras!

10:37 da manhã  
Blogger Luís N said...

é essa a ideia... a eternidade das palavras...

7:33 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home